O Outro Filho de Alexander Söderberg (Opinião)


O Outro Filho é o segundo livro da trilogia Brinkmann, que é protagonizado pela  Sophie Brinkmann.
Neste livro encontrámos Hector Guzman em coma, Sophie a ser obrigada a tomar decisões difíceis em meio de sequestros, assassinatos e os danos colaterais de inocentes e Tommy Jansson é um ex-sócio de Gunilla Strandberg um polícia corrupto, ele estará encarregue de resolver uma vaga de crimes com a inspetora Antónia Miller, Aron esforça-se para tudo permanecer correr e nada sair os eixos, mas quando Eduardo é assassinado tudo fica de pernas para o ar.
Quando comecei a ler este livro estava com as expectativas baixas devido a ter lido o volume anterior e não ter ficado grande fã do escritor, mas quando li o primeiro capítulo do livro fiquei logo agarrado a estória pois conseguiu tirar-me o fôlego e foi ai que pensei que talvez pudesse ser este o volume que iria tornar-me fã do escritor, mas tal coisa não aconteceu.
Alexander Söderberg voltou a pecar na mesma coisa, que fez-me não gostar do livro anterior isso foi o excesso de personagens e os excessivo acontecimentos em diversas  cidades e países. Mas nem tudo é mau neste livro o ponto positivo neste livro é o desenrolar da  história que a meu ver evoluiu desde o volume anterior.
Em suma este livro até tem um bom ritmo de ação, mas que torna-se um bocado cansativo com o elevado número de personagem .


6/10 


0 comentários:

Enviar um comentário

 

Formulário de Contacto

Nome

E-mail *

Mensagem *